fbpx
Minas Gerais

Governo de Minas e Assembleia Legislativa recuam e cancelam superferiado no Estado

Tal definição se deve ao entendimento de que a eficácia desta medida requer maior embasamento fático e estatístico.

Como informado anteriormente, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais votaria hoje, um projeto de lei que anteciparia para os dias 5, 6 e 7 de abril, entre segunda e quarta-feira da semana que vem, os feriados estaduais de 21 de abril dos anos de 2021, 2022 e 2023.

Ou seja, poderíamos comemorar, na quarta da semana que vem, o 21 de abril de 2023. No entanto, a Assembleia o Governo recuaram e desistiram de implementar o superferiado em Minas Gerais. Como justificativa para o Projeto de Lei, o deputado Agostinho Patrus (PV) – autor do PL – destacou a pressão na rede hospitalar mineira e a aposta no isolamento social para reduzir a velocidade de contágio da Covid-19.

De acordo com uma nota divulgada pela Assembleia, tal definição se deve ao entendimento de que a eficácia desta medida requer maior embasamento fático e estatístico, por isso, a proposta foi retirada do projeto. A ideia seria antecipar o feriado para diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, do novo coronavírus. Medida essa que cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, já tomaram.

Vale lembrar que mais de mil pessoas aguardam aguardam por um leito de UTI em Minas Gerais. Dessas, 820 estão com suspeita de Covid-19. E esse índice é ainda pior para leitos de enfermaria: 2.807 pacientes esperam a disponibilização de uma vaga, sendo 1.264 com a Covid-19.

Confira abaixo a nota completa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais:

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo