fbpx
Minas GeraisSaúde & Bem Estar

Possíveis novas variantes do coronavírus podem estar circulando em Minas Gerais

Um conjunto de 18 mutações do coronavírus que ainda não haviam sido identificadas foram descobertas por pesquisadores da UFMG.

Um conjunto de 18 mutações no Sars-Cov-2 (nome oficial do vírus que causa a Covid-19) que ainda não haviam sido identificadas e detalhadas por cientistas foi descoberto por pesquisadores do laboratório do Instituto de Ciências Biológicas Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A descoberta do conjunto de mutações foi divulgada na última quarta-feira (07/04). De acordo com uma nota publicada pelos pesquisadores, ela pode indicar a existência de uma nova variante do coronavírus em Belo Horizonte (MG).

Se confirmada, ela pode entrar em listas internacionais de variantes conhecidas do novo coronavírus. Até o momento, a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos EUA destacam cinco variantes entre as mais preocupantes. Entre elas, está a P.1, variante brasileira identificada inicialmente em Manaus.

No entanto, ainda não há informações suficientes para saber se as mutações descobertas em Belo Horizonte de fato constituem uma nova variante. Assim, cientistas ainda não podem afirmar se ela é ou não mais transmissível ou letal. Mais estudos continuarão sendo feitos nos próximos dias.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo