fbpx
CidadeCultura

Projeto Cine Experimental retorna às atividades de forma virtual

A Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico e Esportes retoma, na próxima semana, o projeto Cine Experimental. Após três anos de atividades semanais (de 2017 a 2019), sob a curadoria de Monique Bertto e Daniela Santana, e a pausa de um ano e meio em suas atividades por conta da pandemia do coronavírus, o projeto retorna de forma virtual e com sessões mensais, agora com a curadoria de Letícia Cozoli.

“Fico contente por poder resgatar o Cine Experimental e estar à frente do projeto nesta nova etapa. Acredito muito no audiovisual e no poder do cinema de ensinar e emocionar de diversas formas. Teremos muitas novas histórias para contar!”, comenta Letícia, que é formada em Comunicação Social pela UFV, é videomaker e, atualmente, Assessora de Comunicação da Secretaria de Cultura.

O Cine Experimental tem como proposta utilizar a Estação Cultural Hervé Cordovil como um Cine Clube, com sessões semanais onde são exibidos, em média, três curtas-metragem, seguidos de um bate-papo sobre as produções. Em três anos de atividades, já foram exibidos mais de 100 curtas e foram realizadas sessões especiais com a presença de produtores de Viçosa e de outras cidades. Enquanto houver a pandemia, as sessões serão mensais, adaptadas para salas do Google Meet. O link de cada sessão será disponibilizado no site: www.cultura.vicosa.mg.gov.br e a programação mensal será divulgada no Instagram e Facebook da Secretaria de Cultura.

Sessão de Abertura

A primeira exibição ocorrerá no dia 28 de junho, em homenagem ao Dia Internacional do Orgulho LGBT, às 19h30, com três curtas que abordam o tema de gênero e sexualidade.

Programação:

Depois Daquela Festa – Caio Scot

Megg – A Margem que Migra para o Centro – Larissa Nepomuceno

E o que a Gente Faz Agora? – Marina Pontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo