fbpx
CidadesaúdeSaúde & Bem EstarUFV

Reunião entre UFV e Prefeitura de Viçosa discute criação de emergência pediátrica no município

O reitor Demetrius David da Silva recebeu, na última sexta-feira (16), o prefeito de Viçosa, Raimundo Nonato Cardoso e o secretário de Saúde Antônio José Maciel para discutir a criação de uma emergência pediátrica no município. Essa é mais uma ação, entre tantas que a Universidade tem realizado, em parceria com a Prefeitura Municipal de Viçosa (PMV), buscando otimizar os serviços de saúde oferecidos para a comunidade viçosense.

Um dos pontos levantados pela equipe do Departamento de Medicina e Enfermagem (DEM) da UFV e destacado na fala do reitor foi a carência do município em assistência médica pediátrica. Atualmente, apesar de ser referência em saúde materno-infantil e ter inaugurado, há pouco menos de um ano, as instalações de uma UTI pediátrica no Hospital São Sebastião (HSS), que ainda não está em funcionamento, Viçosa não tem um serviço de plantão pediátrico à disposição da população.

A coordenadora do Programa de Residência Médica da UFV e médica do DEM, Denise Cristina Rodrigues, explicou aos dirigentes do município porque é fundamental oferecer um serviço especializado de emergência para crianças: “atualmente, o clínico geral de plantão é responsável pela avaliação de todos que chegam à emergência, mas é muito diferente atender uma criança em estado grave e um adulto em estado grave. Existem intervenções específicas que devem ser realizadas em crianças e podem mudar completamente o quadro clínico do paciente”. Denise ressaltou que “a primeira hora de atendimento é decisiva para a evolução do caso”.

Em relação a demanda, um levantamento realizado pela UFV e apresentado por Denise, mostra que, no ano de 2019, aproximadamente 10.500 crianças foram atendidas no serviço de emergência do HSS. Isso equivale a uma média de 28 crianças atendidas por dia, o que mostra, de acordo com a médica do DEM, que “a demanda por uma emergência pediátrica existe e provavelmente será maior se o serviço for oferecido”.

Diante dessas informações, o reitor apresentou para o prefeito e o secretário de Saúde, a partir de informações levantadas pela equipe do DEM, que, para a implementação do serviço, seria necessário apenas a contratação de um médico plantonista pela prefeitura, pois toda a infraestrutura e equipe de enfermagem já estão disponíveis. Demetrius destacou ainda que é “incabível que a gente deixe de ter uma emergência pediátrica na cidade de Viçosa faltando tão pouco para conquistá-la” e, dirigindo-se ao prefeito, afirmou saber “de sua preocupação com a saúde da população e que conseguiremos resolver essa questão”. O reitor também reforçou que está articulando com a Secretaria Estadual de Saúde a cessão, pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), de uma médica especialista para que a UTI pediátrica possa, enfim, começar a funcionar.

O prefeito agradeceu o esforço da Universidade em apresentar soluções para o problema da assistência pediátrica em Viçosa e reforçou a importância da união e da força coletiva. Ele e o secretário de saúde se comprometeram a avaliar as informações entregues pela UFV.

Da Universidade, também participaram do encontro a vice-reitora Rejane Nascentes; o assessor de Saúde da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários, Bruno David Henriques; o diretor do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, João Marcos de Araújo, e a chefe do Departamento de Medicina e Enfermagem, Luciene Muniz Braga Daskaleas. Representando o município, também esteve presente o Procurador Geral, Adriano de Castro Antônio. A diretora administrativa do HSS, Idalmara Gandra Menezes, foi convidada a participar, mas em função de uma viagem, não pôde estar presente, porém está ciente de tudo o que foi discutido.

Fonte: UFV

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo