fbpx
Cidade

Detentos do presídio de Viçosa produzem uniformes para unidades prisionais de MG e escolas municipais

A oficina se iniciou para a confecção de máscaras de proteção contra a Covid-19.

Há cerca de um ano, detentos do presídio de Viçosa confeccionam uniformes utilizados nas unidades prisionais do Estado. Em média, são feitas 300 peças na semana. Após a finalização, elas são enviadas para que outros presos tenham acesso.

Como forma de seguir o trabalho, neste mês a unidade prisional também firmou uma parceria com a Prefeitura de Viçosa para a produção de blusas e bermudas para as escolas municipais da cidade. A produção está em fase inicial de treinamento e 400 apetrechos foram confeccionados.

Produção de uniformes é realizada no presídio de Viçosa — Foto: Sejusp/Divugação

De acordo com o diretor do presídio, Vinicius Roque, a oficina se iniciou após a pandemia de Covid-19. “Houve aquela necessidade da produção de máscaras, então iniciamos a ação e começamos a produzir os equipamentos. Quando foi normalizado, aproveitamos a estrutura e passamos a fazer os uniformes prisionais”, explicou.

Para ajudar na produção, a Administração disponibilizou uma máquina de costura e uma costureira, que vai ao presídio duas vezes na semana para ensinar aos presos o ofício. O Executivo também fornece tecidos e outros materiais.

Conforme o diretor, os detentos são escolhidos pelo bom comportamento. Inicialmente, a ideia é que 15 presos participem da oficina de uniformes.

Na unidade, existem outros projetos, como a produção de bloquetes.

Por G1

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo