fbpx
PolíciaRegião

Polícia Civil conclui caso e indicia casal de Juiz de Fora por homicídio de filho de dez meses

Criança teve morte cerebral detectada, apontando que pode ter sido vítima da síndrome do bebê sacudido (SBS).

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu nesta terça-feira (05), um caso de homicídio qualificado, prendendo um homem de 21 anos e indiciando o casal. Seu filho, uma criança de dez meses de idade, teve a morte cerebral detectada, podendo ter sido vítima de maus tratos e da síndrome do bebê sacudido (SBS), em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

Através de uma denúncia anônima a Polícia Civil tomou conhecimento de que uma criança estaria internada na Sta Casa de Misericórdia e que a genitora poderia também ser vítima de violência doméstica. Foi iniciado as diligências e constatado a veracidade em relação a criança, instaurando inquérito policial para apurar os fatos pela suposta prática do crime de maus tratos.

Segundo a delegada responsável pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Alessandra Azalim, durante as investigações, ela concluiu que diante de todos os elementos previstos nos autos, o caso se tratava de um homicídio doloso decorrente da síndrome do bebê sacudido (SBS), e diante disso, foi representado peça prisão preventiva do casal, sendo deferido pela Justiça, e cumprido nesta terça-feira, prendendo o pai da criança.

“O casal poderá responder pelo crime de homicídio doloso qualificado, em razão dos maus tratos que essa criança havia sofrendo e a mãe poderá responder também por omissão”, finalizou a delegada.

O homem se encontra preso e o caso foi direcionado para o Tribunal do Júri, ficando a disposição da Justiça.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo