Viçosa: Secretaria de Saúde realiza atendimentos a afetados por surto de virose em escola do Paraíso
25 de novembro de 2021

A Secretaria Municipal de Saúde realizou ontem o atendimento aos pacientes afetados pelo surto de virose na escola Almiro Paraíso, na Zona Rural de Viçosa. Integraram as equipes técnicas da secretaria municipal de saúde a técnica de enfermagem Luciana, a farmacêutica Lucineia, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica Elza, e o coordenador da Vigilância Ambiental Ronilson.

Segundo um posicionamento da Secretaria enviado ao Primeiro a Saber, foram realizados 27 atendimentos pelas médicas e todos os pacientes passaram por exames físicos, ausculta, coleta de dados clínicos com relatos de sintomas e foram prescritos medicamentos para àqueles que tiveram sintomas.

Além disso, foram realizados nove testes de Covid-19 em pacientes que apresentaram sintomas da doença e todos deram resultado negativo. Foram entregues, também, potes de coleta de fezes para os 27 pacientes que serão enviados para Fundação Ezequiel Dias (FUNED) para realização de exames parasitológicos.

Posicionamento da Secretaria de Educação

Em contato com a nossa equipe de reportagem, a secretária de Educação Marli Franco afirmou que as aulas na escola continuarão suspensas até que o problema seja totalmente resolvido.

“Estamos em parceria com a Vigilância Epidemiológica e o SAAE para solucionar o problema o mais rápido possível para que seja retomada as atividades escolares”, afirmou Marli Franco.

A secretária de Educação informou ainda que, neste período em que as crianças estão em casa, elas já tem um material de apoio de forma híbrida para que o ensino não seja prejudicado.

Posicionamento do SAAE

Através de um comunicado oficial divulgado pela Prefeitura de Viçosa, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) esclareceu que o surto de uma virose ocorrido na Escola Municipal Almiro Paraíso – suposto surto de diarreia – não é da responsabilidade da autarquia, que não é a responsável pelo abastecimento de água daquela instituição.

É importante ressaltar que a Secretaria de Saúde de Viçosa informou que a água que é consumida pelos alunos da Escola Almiro Paraíso é de um poço artesiano e como medida de emergencial a direção da escola foi orientada a não utilizar a água para consumo humano.

A direção do Saae informa que todo o sistema de abastecimento de água da cidade, feito por ela, atende, rigorosamente, as exigências da Portaria do Ministério da Saúde de potabilidade da água (Portaria de consolidação GM/MS 005 de 28 de setembro de 2017, alterada pela Portaria GM/MS 888 de 4 de maio de 2021 e pela portaria GM/MS 2.472 de setembro de 2021), estando todos os resultados disponíveis no site: www.saaevicosa.mg.gov.br e, também, nas contas de água distribuídas aos consumidores.

Em entrevista ao Jornal da Montanhesa da última quarta-feira (24), o diretor do SAAE, Marcos Nunes, afirmou que toda a água disponibilizada para a população é verificada e, em relação a água distribuída para a escola em questão, realmente não é proveniente do SAAE.

“O SAAE precisa respeitar uma portaria do Ministério Público que diz respeito a potabilidade da água. Toda a nossa água passa por um processo de verificação química e de maneira nenhuma iriamos bombear águas para os nossos reservatórios que não estivesse dentro desses padrões”, afirmou Marcos.

Publicidade

NOVO ENDEREÇO NA RUA DOUTOR MILTON BANDEIRA, 34 – LOJA: 01 – CENTRO
WhatsApp (31) 9 8675-7021

Publicidade

(31) 3892-7686

Publicidade

(31) 3891-2524

Publicidade

Publicidade

Publicidade