Solenidade dá início ao treinamento de profissionais para atuar no SAMU
6 de dezembro de 2021

Os candidatos selecionados na primeira etapa do processo seletivo para atuar no SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), na microrregião de Viçosa, participaram da solenidade de abertura do Treinamento Básico Introdutório de Qualificação Profissional. O evento aconteceu nesta segunda-feira, 06, no Espaço Multiuso da UFV (Universidade Federal de Viçosa), e contou com a presença das autoridades da microrregião, que é composta por nove municípios.

O prefeito de Viçosa, Raimundo Nonato Cardoso, destacou a importância de Viçosa e a microrregião contar com o SAMU, principalmente no atendimento de vítimas de acidentes. Segundo ele, os profissionais terão papel fundamental para chegar às vítimas, após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência.

A implementação do SAMU na macrorregião Leste do Sul é de responsabilidade do Cisdeste (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sudeste). O presidente do consórcio, Edson Teixeira Filho, que é prefeito de Ubá, agradeceu à UFV por disponibilizar toda as condições para que o treinamento dos profissionais aconteça. Além disso, ressaltou que durante o curso preparatório os candidatos terão a oportunidade de aprender sobre o espírito de ser SAMU, que é um dos melhores serviços disponíveis no país.

O reitor da UFV, Demétrius David da Silva, informou que a instituição irá oferecer todo o suporte para a instalação do SAMU em Viçosa. Segundo ele, por entender o significativo avanço para a região, uma casa na Vila Gianetti, campus universitário, será disponibilizada para o funcionamento do serviço, sem a cobrança de custo de despesas mensais (água, luz, energia, internet).

O superintendente regional de Saúde de Ponte Nova, Marcus Antônio Amarante Viana Schitini, também agradeceu a disponibilidade da UFV e ressaltou o empenho dos gestores municipais em realizar o sonho de ter o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência em funcionamento.

O secretário municipal de Saúde de Viçosa, Rainério Rodrigues Fontes, destacou que os ganhos pela instalação do SAMU serão tanto para a microrregião de Viçosa, quanto para a macrorregião Leste do Sul. Mas, principalmente, irá beneficiar a população que terá atendimento rápido e de qualidade oferecido pela equipe.

A solenidade de abertura contou ainda com a presença do vice-presidente do Cismiv (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião de Viçosa), José Ivanir, prefeito de Canaã, e do assistente técnico do Cisdeste, Luís Fernandes. Participaram também o prefeito de Teixeiras, Nivaldo Botafogo; o prefeito de Pedra do Anta, Eduardo José Viana; os secretários de Saúde de Porto Firme, João Paulo Martins; de Paula Cândido, Luciano Nunes Rodrigues; de Cajuri, Dayana Leocádio da Silva; e de Pedra do Anta, Antônio de Pádua. Estiveram presentes ainda os vereadores Daniel Cabral e Marly Coelho Januário; a diretora administrativa do Hospital São Sebastião, Ildamara Gandra de Menezes, e o médico e provedor do hospital, Carlos Raimundo Torres Junior.

Treinamento básico

O treinamento básico será ministrado pelos instrutores do SAMU, vinculados ao Núcleo de Educação Permanente do Cisdeste, sob a coordenação de Júlio César de Oliveira de Andrade. Os conteúdos teóricos e práticos incluem simulações realísticas de acidentes e atendimento as demandas de rua. Nesta etapa, de caráter eliminatório, os candidatos terão de registrar 100% de presença e média de 60 pontos nas provas.


Implementação do SAMU

A implantação do SAMU Leste do Sul prevê o atendimento de 53 municípios da macrorregião, integrantes das microrregiões de saúde de Ponte Nova, Viçosa e Manhuaçu. a expectativa é de que o serviço esteja em operação ainda este ano. o convênio firmado com o Governo de Minas Gerais tem o valor de R$ 14 milhões.

Para tanto, haverá uma central de regulação de urgência única, coordenada pelo Cisdeste. O incremento estadual será de R$ 1.757.153,30/mês ao contrato de custeio do Samu Sudeste (atualmente de R$ 2.566.945,22/mês). A contrapartida dos municípios será de R$ 0,38 per capita/mês.

A macrorregião contará com quatro unidades de suporte avançado, distribuídas nos polos das microrregiões, sendo duas em Manhuaçu, uma em Ponte Nova e uma em Viçosa, além de 19 unidades de suporte básico sendo duas em Manhuaçu, e uma em Abre Campo, Ipanema, Lajinha, Manhumirim, Matipó, Mutum, Santana Do Manhuaçu, São João Do Manhuaçu, Alvinópolis, Jequeri, Ponte Nova, Raul Soares, Rio Casca, São José Do Goiabal, Araponga, Teixeiras e Viçosa.

Fonte: Prefeitura de Viçosa

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade