HSJB orienta sobre “Superfungo” em Viçosa
14 de janeiro de 2022

O Núcleo de Segurança do Paciente do Hospital São João Batista recebeu uma notificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informando sobre o surto do fungo Candida auris, conhecido como “superfungo”, no Brasil.

No dia 11/01/2022, a Anvisa confirmou o primeiro caso e ontem, dia 13/01/2022, foi confirmado o segundo caso. Os dois foram identificados em um hospital da rede pública de Recife, Pernambuco (PE).

A definição de surto ocorre nesse caso pelo surgimento de um microrganismo novo e não pelo número de contaminados.

Por que devemos nos preocupar aqui em Viçosa?

→ A infecção por C. Auris é resistente a medicamentos e pode ser fatal. Causando infecções na corrente sanguínea e também podendo infectar o sistema respiratório, o sistema nervoso central e a pele.

→ Representa maior risco a pacientes hospitalizados com o sistema imunológico comprometido ou internados em CTI.

→ O “superfungo” pode permanecer em superfícies inanimadas por longos períodos, podendo chegar a meses, o que aumenta a chance de contaminação em um curto período.

O que o HSJB já está fazendo:

→ Reforçou as medidas gerais de prevenção e controle de IRAS ( Infecção Relacionada a Assistência a Saúde ).

→ Continua mantendo atualizado os procedimentos operacionais de limpeza e desinfecção das superfícies, tal como os treinamentos com a equipe envolvida.

→ Montagem de fluxo de comunicação rápida entre laboratório, assistência e Serviço de Controle de Infecção Hospitalar – SCIH – com atenção para identificação.

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade