Reunião do Coes de Viçosa avalia situação epidemiológica do município
3 de fevereiro de 2022

Os membros do Coes de Viçosa (Centro de Operações de Emergência em Saúde) se reuniram na noite desta quarta-feira, 02 de fevereiro, de forma virtual, e um dos assuntos da pauta foi o cenário epidemiológico da cidade.

O secretário de Saúde, Rainério Rodrigues Fontes, presidente do Coes de Viçosa, informou sobre a ampliação do número de leitos nos dois hospitais de Viçosa. Agora, o Hospital São João Batista conta com 10 leitos de CTI Covid e 20 leitos clínicos. Já o Hospital São Sebastião possui seis leitos clínicos pediátricos e quatro leitos obstétricos.

Segundo o secretário, o aditivo para a contratação dos leitos foi aprovado em reunião do Conselho Municipal de Saúde, para o período de 90 dias, sendo que de 30 em 30 dias haverá a avaliação do cenário epidemiológico da cidade.

A realização de testes no município também esteve em discussão, com a informação de que a Secretaria de Saúde tem seguido o protocolo estabelecido pelo Governo de Minas Gerais para os atendimentos. É consenso que, devido à escassez de insumos em todo país, atualmente, se torna inviável realizar uma testagem em massa.

Durante a reunião, também foram apresentados os dados da vacinação contra a Covid-19. Em Viçosa, já são 69.868 pessoas vacinadas com a primeira dose, correspondendo a 87,43% da população. Em relação a segunda dose e a dose única, já foram 65.522 pessoas vacinadas, perfazendo o total de 81,99%. Além disso, 26.585 pessoas já receberam a dose de reforço e 325 imunossuprimidos receberam a dose adicional.

Os membros do Coes de Viçosa também discutiram o retorno das aulas presenciais, bem como os ofícios enviados pelos vereadores Daniel Cabral (PCdoB) e Bartomélio Martins (PT), pedindo o adiamento da volta das aulas presenciais por causa do aumento dos números de casos de Covid-19 na cidade. A respeito das aulas da Educação Básicas, todos os membros foram favoráveis ao retorno das atividades, desde que sejam obedecidos todos os protocolos estabelecidos para as instituições, sejam elas públicas ou privadas. Além disso, pais e responsáveis deverão ser orientados a não levarem suas crianças para as escolas com sintomas gripais.

Em relação as atividades da UFV (Universidade Federal de Viçosa), os membros do Coes de Viçosa informaram que a instituição possui autonomia administrativa para deliberar sobre a questão. No entanto, a Secretaria de Saúde já tem alinhada com a reitoria da universidade as ações para preparar o atendimento aos estudantes, caso seja necessário, usando para isso a estrutura da Divisão de Saúde que fica no campus universitário. Além disso, foi sugerido que as Diretorias de Comunicação da UFV e da prefeitura se unam para promover campanhas de conscientização sobre a volta das aulas.

Também esteve em pauta a possibilidade da edição de um Decreto Municipal Unificado, assinado pelos prefeitos da microrregião de Viçosa, sobre o feriado durante o carnaval desse ano. O assunto será melhor avaliado pelos membros do Coes de Viçosa.

Em relação ao Minas Consciente, foi informado que o Comitê Estadual, que faz a avaliação do plano, se reuniu, no último dia 28 de janeiro, sendo que não houve alteração nas classificações das ondas. Houve, porém, um alerta sobre o aumento do número de casos e informes sobre a capacidade de atendimento à população. O Comitê Estadual também informou que voltará a se reunir semanalmente, dessa forma, a reunião semanal do Coes de Viçosa, que vem acontecendo às quartas-feiras, poderá acontecer em novo dia, fato a ser confirmado posteriormente.

Fonte: Prefeitura de Viçosa

publicidade

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade