Ponte Nova: equipe de buscas esperam localizar ao menos um corpo hoje (11)
11 de fevereiro de 2022

O sétimo dia de buscas pelos corpos da filha, de seis anos, e do seu pai, de 27, iniciaram com esperança nesta sexta-feira (11). Isso porque, segundo informações repassada por membros da equipe de buscas, eles esperam localizar ao menos um dos corpos até o fim do dia.

Vale ressaltar que na última quinta-feira (10), já próximo do fim das buscas, com o apoio de um helicóptero do Batalhão de Operações Aéreas, o Corpo de Bombeiros sobrevoou uma área de difícil acesso. Lá, foi encontrado indícios do que poderia ser um corpo, no entanto a informação não pôde ser confirmada por conta do nível do Rio Piranga, que subiu.

“As buscas continuam. Hoje (ontem) tivemos apoio da aeronave do Batalhão de Operações Aéreas para sobrevoar uma área de difícil acesso e que tinha indícios de ser algum corpo, no entanto o nível do rio subiu e não conseguimos confirmar com o sobrevoo. Amanhã retornaremos ao local”, afirmou o tenente Luiz Borges, na noite da última quinta.

O caso

O caso ocorreu no último sábado (05). A Polícia Militar recebeu informações através do 190, de que um homem teria agredido uma criança de seis anos com golpes na cabeça, e a jogado no rio, pulando logo em seguida.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar estiveram no local e através de relatos de testemunhas comprovaram a narrativa, iniciando então os trabalhos de busca e de perícia técnica.

Segundo familiares das vítimas, o homem teria realizado a ação como forma de vingança pelo término do relacionamento de sete anos com a mãe da criança. Também foi informado que ele teria tentado suicídio no Rio Piranga três dias antes, na quarta-feira (02), porém, ficou preso em galhos nas margens e foi socorrido.

A mãe da menina de seis anos relatou à PM que o ex-namorado teria enviado uma mensagem no início da noite avisando-a que ia jogar a criança e também pular no Rio, mas, por estar em período de trabalho, a mulher não pôde visualizar o texto.

Uma câmera de segurança de um estabelecimento próximo flagrou o homem passando pela criança em cima da ponte e de mãos dadas com ela. Logo depois é possível ver a movimentação de moradores da cidade correndo após o pai jogar a filha no rio. 

publicidade

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade