38 mil alunos da Universidade Federal do Paraná voltam às aulas presenciais
21 de fevereiro de 2022

Todos os 38 mil alunos matriculados na Universidade Federal do Paraná (UFPR) voltaram para as salas de aula no último dia 14/02 para dar sequência ao ano letivo de 2021, que ainda não foi finalizado.

No entanto, apesar da euforia por voltarem às aulas de forma 100% presencial, ainda existe uma grande preocupação quanto ao atraso gerado pelo período sem aulas. Alguns estudantes que deveriam estar indo para o oitavo período, por exemplo, ainda estão no quinto.

Segundo o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, o calendário foi alterado assim como em todas as outras instituições do país. No entanto, ajustes serão feitos ainda neste ano para regularizarem o mais rápido possível.

País

Em todo o Brasil, as universidades estão voltando, aos poucos, às atividades presenciais. No entanto, o ritmo não é o mesmo em todos os lugares. Atualmente, instituições em 17 estados e no Distrito Federal retomaram suas atividades para também completarem o ano letivo de 2021.

Por outro lado, em pelo menos 13 estados brasileiros há Universidades que conseguiram iniciar ou iniciarão nas próximas semanas o ano letivo de 2022.

Viçosa

Na Universidade Federal de Viçosa (UFV), aproximadamente três mil estudantes da (cerca de 24%) retornaram ao último dia 07/02 ao Campus Viçosa para cursarem presencialmente as disciplinas práticas do Período Híbrido de Transição (PHT) na instituição.

Assim como em outros lugares do país, a UFV ainda está finalizando o ano letivo de 2021 e pretende, após isso, começar o de 2022.

A Univiçosa, segunda maior instituição de ensino da cidade, também retomou suas atividades presenciais no último dia 07. No entanto, apenas os veteranos retornaram às salas de aula, para algumas disciplinas. Em relação aos calouros, está previsto que eles retornem presencialmente para a instituição em 07/03.

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade