Comissão da ALMG defende abertura de turmas na escola Esedrat, em Viçosa
5 de abril de 2022

Para debater a importância da abertura de matrículas para o ensino regular diurno da Escola Estadual Raimundo Alves Torres (Esedrat), localizada em Viçosa, a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza audiência pública nesta terça-feira (5/4/22). A reunião será às 10 horas, no Auditório do andar SE do Palácio da Inconfidência, sede da ALMG.

Acompanhe a reunião ao vivo e participe do debate.

Segundo o vereador de Viçosa Professor Bartô, foram fechadas cerca de 10 turmas do ensino médio, de um total de 22, o que significou uma redução de 1,1 mil para 414 alunos. Hoje, a escola, fundada há 51 anos, conta com mais oito turmas de ensino fundamental do 6º ao 9º ano e duas turmas de ensino técnico profissionalizante no período noturno.

Presidenta da comissão e autora do requerimento de audiência, a deputada Beatriz Cerqueira (PT) critica a política da Secretaria de Estado de Educação. De acordo com a parlamentar, ao fechar turmas, a pasta não permite que os estudantes concluam o ensino médio.

Foram convidados a participar da audiência alunos, professores e gestores da escola, integrantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), a superintendente regional de ensino de Ponte Nova, Rosane Fialho, e o vereador Professor Bartô.

Fonte: Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade