Viçosa: vereadores repudiam briga envolvendo torcedores de Cruzeiro e Atlético
6 de abril de 2022

Durante a Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Viçosa da última terça-feira (05), os vereadores da Casa Legislativa repudiaram a briga entre torcedores do Cruzeiro e do Atlético-MG no último sábado (02), após o clássico da final do Campeonato Mineiro.

O vereador Marco Cardoso (PSDB), mais conhecido como Marcão Paraíso, disse a situação envolvendo as torcidas em Viçosa tem se tornado preocupante. Ele afirma ainda que o futebol tem que ser dentro do campo e que é lamentável, em pleno 2022, vermos as torcidas brigarem por time de futebol.

Marcos Fialho (DEM), também repudiou a ação e disse que as brigas não cabem às esferas das torcidas. Sergio Marota (PSL) afirmou que tanto a Galocura quanto a Mafia Azul são mais do que o episódio que aconteceu no último fim de semana. Ele ainda apresentou um vídeo com o intuito de promover a paz entre torcidas.

No uso da Tribuna Livre, representantes de Cruzeiro e Atlético fizeram o uso da palavra. Paola, representante da torcida cruzeirense, mostrou sua indignação em relação às brigas após o jogo e repudiou o que aconteceu. Segundo ela, as pessoas precisam torcer de maneira organizada e sem selvageria. As torcidas precisam ter cunho social, como já fazem, e não brigar após os jogos.

Ela pede respeito entre as torcidas e pede a paz também. “A cidade já tem tantos problemas, as torcidas serão mais um?”.

Hebert, atleticano, também usou a tribuna para protestar contra a confusão. Ele deixou bem claro que a torcida organizada do Atlético não teve nada a ver com a confusão do último sábado e nem provocou os cruzeirenses. Além disso, também repudiou a briga.

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade