Ubá: PCMG cumpre mandado em residência de homem suspeito de se passar por policial civil
7 de abril de 2022

Mandado de busca e apreensão foi cumprido nessa terça-feira (5/4). Ação resultou na apreensão de distintivo, carteira, camisa, carimbos, boina, entre outros objetos. A investigação prossegue.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, nessa terça-feira (5/4), mandado de busca e apreensão na residência de um homem, de 42 anos, suspeito de se passar por policial civil na região de Ubá, Zona da Mata mineira, pertencente ao 4º Departamento. O homem é investigado por falsificação do selo ou sinal público, conforme previsto no artigo 296, parágrafo primeiro, inciso III, do Código Penal.

Na ação, desencadeada no bairro Vitória, foram apreendidos diversos materiais pertinentes à instituição, entre eles, distintivo, carteira, camisa e carimbos, mas também uma boina da Polícia Militar, entre outros materiais que teriam sido utilizados para prática criminosa. Além disso, foram localizados três aparelhos celulares e dois notebooks, objetos que serão analisados para apurar eventuais delitos que o suspeito possa ter praticado utilizando símbolos da Polícia Civil de Minas Gerais.

Conforme informações do delegado Douglas Mota Barbosa de Oliveira, apurações indicam que o homem utilizava o distintivo diariamente, realizava fotografias em delegacias de Polícia Civil da região e divulgava essas imagens em redes sociais, como se pertencesse à instituição. “Em uma publicação, o suspeito, de posse do distintivo da instituição, realizou uma fotografia na entrada da sede da 2ª Delegacia Regional em Ubá, fazendo alusão à diligência típica de Polícia, em que informava estar se deslocando para realizar prisões”, explica.

O suspeito foi conduzido até a delegacia, onde acompanhou as diligências. Após ser ouvido e informado sobre seus direitos constitucionais, ele foi liberado e responderá pela prática do crime em liberdade. A apuração prossegue.

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade