Evento “Reabolição” acontece neste final de semana, em Viçosa
12 de maio de 2022

A Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico e Esportes, por meio dos Departamentos de Cultura e Eventos, promove, nos dias 13 e 14 de maio, a primeira edição do evento “Reabolição”, que propõe ações que façam valer – de fato – a abolição da escravidão.

Marcelo Augusto, chefe do Departamento de Cultura e organizador do evento, reforça que o objetivo do 1º “Reabolição” é utilizar a data de assinatura da Lei Áurea para ressignificar a ideia da abolição, que não aconteceu em sua totalidade. “A gente vê muitas pessoas que, ainda hoje, além de viverem no regime de semiescravidão, também estão sujeitas ao tratamento de forma diferente, simplesmente por causa da cor da pele, do racismo estrutural e institucional. Este evento busca trazer a parte positiva da imersão do povo preto na sociedade, conseguindo ocupar lugares que antes não eram ocupados, e reforçando como é importante existir não só a representatividade, mas a presença”, comenta.

A programação do 1º “Reabolição” começa na noite de sexta-feira, 13, a partir das 19h, com a abertura oficial do evento e o solo de dança “A Sensibilidade do Homem Forte”, do bailarino Felipe Gonzaga.

Já as atividades de sábado, 14, se iniciam às 14h e contam com uma palestra do professor José do Carmo sobre os movimentos libertários dos povos africanos; oficina e bate-papo com Letícia Afonso sobre “Vissungos”, cantos ancestrais; exposição e explanação do “Cenário Favela produzida com papelão: Nôxa Alvarenga” de Celso Moretti; e uma roda de conversa com a temática “Caminhos para a Reabolição” com os três convidados.

A noite do dia 14 incluirá, ainda, o resultado do concurso de fotografias “Onde Está a Reabolição?” promovido pela Secretaria; um show com Arthur Vinih, cantor e compositor mineiro que aborda em suas músicas os direitos, a cultura e a resistência do povo negro; e um Baile Black, com o DJ Pedro Paiva, para encerrar as atividades com discotecagem de black music em discos de vinil.

Durante toda a programação de sábado, o evento também trará uma feirinha com afroempreendedores de Viçosa e região, visando potencializar o trabalho dos artistas presentes e fortalecendo o “black money”, movimento que destaca a relevância de investir na comunidade negra.

O 1º “Reabolição” acontecerá na Estação Cultural Hervê Cordovil, com entrada gratuita. Os interessados em participar da oficina de cantos ancestrais devem se inscrever previamente por meio de um formulário on-line, disponível aqui.

Confira a programação completa:

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade