UFV contribui com destinação sustentável de mais de oito toneladas de lâmpadas
1 de julho de 2022

Ciente do seu compromisso com o meio ambiente e a sociedade, a UFV tem executado diversas ações que envolvem a destinação correta de diferentes tipos de resíduos. Um exemplo disso foi a coleta e o encaminhamento de aproximadamente oito toneladas de lâmpadas, contendo mercúrio e de LED, que correspondem a 42.400 unidades, para a Reciclus, gestora de logística reversa de produtos de iluminação no Brasil. Essa destinação foi coordenada pela Divisão de Gerenciamento de Resíduos (DGS), sendo proveniente das trocas de lâmpadas realizadas nos mais diversos setores da UFV ao longo dos últimos quatro anos.

Com as reformas das moradias estudantis, a Universidade encaminhou ainda 378 colchões considerados inservíveis para uma empresa responsável pela blendagem para coprocessamento, ou seja, a descaracterização de resíduos industriais, que, depois de serem triturados e misturados, formam o “blend” – composto utilizado como combustível alternativo para os fornos de produção de cimento, conforme previsto na legislação brasileira. Como explica o chefe da DGS, Renan de Almeida Costa, a contratação desse serviço foi a melhor alternativa, já que possibilitou a destinação menos impactante de cerca de 550 quilos de espuma, material de difícil biodegradação e inviável para o descarte em aterros sanitários.

Outra ação, acompanhada pela DGS e coordenada pelo Departamento de Agronomia, foi a entrega de 131 embalagens de agrotóxicos vazias, utilizadas em unidades experimentais da UFV, para a Associação dos Revendedores de Defensivos Agrícolas da Micro Região de Viçosa (Ardrev), localizada em Coimbra (MG). A Associação é uma das parceiras do Instituto Nacional do Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), responsável pela operacionalização da logística reversa das embalagens em todo o país, incluindo as de defensivos agrícolas.

Como destaca o chefe da DGS, as ações na UFV são contínuas, para possibilitar que diferentes tipos de resíduos, como os mencionados acima, além dos recicláveis e laboratoriais, tenham a destinação devida, atendam aos requisitos legais e estejam em consonância com alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Vale lembrar que dúvidas dos setores da Universidade sobre o descarte de materiais residuais podem ser esclarecidas pelo site da DGS e pelo e-mail [email protected].

Fonte: UFV

publicidade

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade