Polícia Civil prende suspeitos de homicídio em Muriaé
7 de junho de 2024

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu dois suspeitos, de 26 e 27 anos, em Muriaé, na Zona da Mata, na segunda-feira (3). Eles são investigados pelo homicídio de um homem de 40 anos, ocorrido em abril deste ano. Durante a operação, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e três de prisão, nos bairros Vermelho II e Residencial Nova Muriaé. Um terceiro suspeito, de 22 anos, está foragido. Além disso, foram apreendidos 12 papelotes de cocaína.

De acordo com as investigações, a vítima foi morta a pauladas dentro de sua residência por traficantes locais. Os agressores alegavam que o homem estaria agredindo o enteado, fato que não foi confirmado pelas apurações. O delegado responsável pelo caso, Glaydson de Souza Ferreira, informou que o crime foi ordenado pelo suspeito de 26 anos, irmão do chefe do tráfico local e gerente do narcotráfico na região.

"O investigado ordenou o ataque devido a reclamações de moradores sobre as supostas agressões da vítima contra o enteado", explicou o delegado. A PCMG identificou outros dois suspeitos, de 22 e 27 anos, como os responsáveis pelos golpes que resultaram na morte.

O tráfico no condomínio Nova Muriaé atua como um estado paralelo, tentando resolver conflitos de forma violenta. Durante a ação no bairro, a polícia interveio para evitar outro possível homicídio, após um morador ser agredido por discutir com a esposa. Segundo o delegado Glaydson, "os criminosos buscam evitar o deslocamento de viaturas para o local e se fortalecer perante a comunidade".

Os suspeitos detidos estão à disposição da Justiça e as investigações continuam.

Informações: Polícia Civil de Minas Gerais

publicidade

publicidade

publicidade