CidadaniaSegurança

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES SÃO TEMA DA TRIBUNA LIVRE

Ana Flávia Diniz, Defensora Pública do Município e Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, utilizou a Tribuna Livre durante a reunião Ordinária da terça-feira (19) para tratar sobre as políticas públicas direcionadas as mulheres em Viçosa. O assunto, mais uma vez, foi comentado pelos parlamentares.

Ana Flávia iniciou sua fala citando a carta aberta lida por Isabella Parreira Leal, na reunião Ordinária da terça-feira (12), direcionada à comunidade viçosense, ao Prefeito Ângelo Chequer, à Câmara de Vereadores e ao Conselho de Direito das Mulheres, reivindicando o cumprimento integral do direitos das mulheres discutidos e
deliberados na II Conferência Intermunicipal dos Direitos da Mulheres de 2015 e na I Conferência Municipal de Saúde da Mulher de 2017.

A Presidente do Conselho reforçou o documento, citando a representatividade do mês de março e reafirmando a luta dos órgãos responsáveis “a carta da Isabella é muito significativa, principalmente neste mês, pois as reivindicações citadas por ela são as mesmas do Conselho das
Mulheres”, afirmou.

Para Ana Flávia é necessário maior intercessão do Poder Público, pois as entidades que intercedem pela causa das mulheres enfrentam dificuldades para se manterem devido à falta de apoio “como não temos Fundo Municipal lutamos muito para manter nossas ações, vamos atrás de parcerias, de lugares para nos reunir, sempre buscando atender as demandas que chegam para nós”, disse.

O Vereador Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) endossou a fala de Ana Flávia, lembrando que na semana anterior já havia cobrado ao Executivo Municipal uma posição, principalmente no que diz respeito a exoneração da Coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres de Viçosa, ocorrida em novembro do ano passado “volto a cobrar o compromisso do Executivo, a promessa que me foi feita de dar total apoio a causa das mulheres. Se quisessem realmente se empenhar bastava seguir a carta lida pela Isabella, que grande parte das reivindicações das mulheres seria contempladas”, afirmou.

A Vereadora Brenda Santunioni lamentou as altas taxas de feminicídio no País neste início de 2019, mostrando a necessidade do apoio as políticas para as mulheres “começamos esse ano com índices gritantes de crimes contra nós mulheres, então é necessário que os órgãos competentes tomem atitudes para evitar que esse tipo de violência continue acontecendo”, cobrou.

Já o Vice-Presidente da Casa Legislativa, o Vereador Sávio José salientou que a luta da classe irá continuar “se precisar falar todos os dias vamos continuar falando, se alguém acha que vão nos vencer pelo cansaço não conhece a luta das mulheres”, concluiu.

Fonte: Câmara Municipal de Viçosa.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido! © Copyright Primeiro a Saber.
Fechar