fbpx
CidadaniaTrânsito

CRIANÇA TEM PERNA CORTADA POR LINHA CHILENA EM VISCONDE DO RIO BRANCO

A Polícia Militar foi acionada via 190 por solicitação do Hospital São João Batista, informando que uma criança teria se ferido com linha chilena na manhã de sábado (20), por volta das11h15, na Praça Jorge Carone, em Visconde do Rio Branco.

O condutor de um veículo relatou que transitava pelo local e viu crianças na via. Ele então, reduziu a marcha, momento em que uma delas começou a gritar.

Ao olhar pelo retrovisor, o condutor relatou que viu uma das crianças caída ao solo e que ao sair do carro a criança estava sangrando muito na perna esquerda e que de imediato pegou a criança e se deslocou até o Hospital.

O médico de plantão constatou que a perna esquerda da criança foi cortada na altura do joelho por linha chilena, onde foi retirado um pedaço da linha, podendo a criança ter o membro inferior amputado devido a lesão ser profunda e atingido a estrutura óssea.

O condutor não soube dizer onde a linha teria agarrado no carro e vindo a causar a lesão na criança. Ele informou também que acriança lesionada não estava soltando pipa no local e nem tinha em sua posse a
referida linha.

Em contato com populares, estes relataram que as crianças estavam no terreno baldio e não estavam soltando pipas.

A Polícia Militar solicita a todos, que nestas épocas de férias escolares, onde as crianças estão em casa e praticam esta atividade, que jamais soltem pipas com uso de cerol ou linha chilena, pois é crime previsto na Lei Estadual 14.349/02.

O infrator é preso e conduzido à Delegacia de Polícia Judiciária e pode pagar uma multa que varia de R$100,00 a R$1.500 reais.

A conduta de vender ou expor à venda o cerol, linha chilena e congêneres configura crime previsto no Art. 7º da Lei Federal 8.137/90. Cuja pena é detenção de 02 anos a 05 anos, ou multa.

A Polícia Militar solicita que a população denuncie esta prática, via 190 ou disque denúncia 181.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo