fbpx
CidadaniaCidade

Sebrae realiza o Programa Agente Local de Inovação em Viçosa

Iniciativa vai atender empresas de pequeno porte em mais de 15 municípios da região. Ainda há vagas em Viçosa

Uma das metas do Sebrae é investir no fomento à inovação para os pequenos negócios e, por meio do Programa Agentes Locais de Inovação (ALI), a instituição tem proporcionado orientação proativa, gratuita e personalizada, nas micro e pequenas empresas (MPE), visando estimular o talento e a criatividade dos empreendedores, com o objetivo ampliar a inovação e impulsionar negócios e ideias.

Na regional Zona da Mata e Vertentes, o projeto iniciou as atividades em outubro nas microrregiões de Juiz de Fora, Ponte Nova, Cataguases, Viçosa, Manhuaçu, Muriaé e Ubá, atuando em mais de 15 cidades. A participação das empresas é 100% gratuita e podem aderir aquelas que tenham faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, dos setores Indústria, Comércio ou Serviços. Ainda há vagas para participação em Viçosa e os interessados devem procurar o Sebrae ou ligar para (31) 3891-4759.

Na sete microrregiões, serão beneficiadas 400 MPEs, sendo 200 na primeira fase do programa (outubro de 2019 a maio de 2020) e mais 200 na segunda fase (junho de 2020 a fevereiro de 2021). Os especialistas responsáveis pelas orientações são bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) selecionados e capacitados pelo Sebrae, que vão até os estabelecimentos para implementar, acompanhar e disseminar a cultura da inovação.

“O projeto tem o objetivo de levar às empresas a cultura de gestão da inovação, através de metodologias ágeis, de maneira continuada, personalizada, in loco e subsidiada. O maior benefício que as empresas irão receber é que elas sairão, ao final do oitavo mês, capacitadas para inovar com as metodologias que o ALI ensinar”, sublinha o analista do Sebrae Minas Bruno Castro.

O programa ALI tem abrangência nacional e está consolidado como estratégia de competitividade e diferencial competitivo para as empresas de pequeno porte nas 27 unidades da Federação, obtendo, desde 2010, resultados significativos. A ideia é sensibilizar empresários sobre a importância de inovar, rotineiramente, como uma estratégia para crescer. Atualmente, os micro e pequenos negócios representam 27% do PIB brasileiro e mais da metade dos empregos formais.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo