fbpx
Obras

ETE-Viçosa cumpre todas as etapas da primeira medição do cronograma das obras

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Viçosa (SAAE) e a Prefeitura Municipal de Viçosa (PMV) iniciaram no dia 12/05/2020, as obras de construção da Estação de Tratamento de Esgoto de Viçosa (ETE-Viçosa). Em conjunto houve a demolição de parte construída dos Reatores UASB, apontado pelo laudo técnico da DESPRO Desenvolvimento de Projetos e Consultoria, empresa contratada pela Autarquia para auditar a obra.

O SAAE, a Prefeitura e as empresas responsáveis pelas obras e fiscalização da execução, apresentaram à Caixa Econômica Federal (CEF), no dia 18/06/2020, o primeiro boletim de medição da execução das obras da Estação de Tratamento de Esgoto de Viçosa (ETE-Viçosa), localizada na Barrinha, do período de 12/05/2020 a 15/06/2020, de acordo com Termo de Compromisso nº 0350.929-10/2011.

Dentre as ações executadas estão os serviços iniciais de montagem do canteiro de obras e locação das unidades; Linha de recalque de ferro fundido de diâmetro 500 mm de interligação da estação elevatória principal até o tratamento primário, na cota mais alta da Estação e o cercamento do imóvel. As etapas cumpridas obedeceram sistematicamente o cronograma das obras já aprovado pela Caixa.

Executado cerca de 0,97 % do cronograma físico da obra, foi cumprido 1,6% do cronograma financeiro da mesma, que corresponde a R$ 212.430,31 (duzentos e doze mil quatrocentos e trinta reais e trinta e um centavos). Desta quantia, R$ 192.240,64 (cento e noventa e dois mil duzentos e quarenta reais e sessenta e quatro centavos) foram pagos à Perfil Engenharia, R$ 5.149,00 (cinco mil cento e quarenta e nove reais) pagos à Fraga Marques Engenharia LTDA pelos serviços de gerenciamento das obras civis e R$ 15.040,67 (quinze mil, quarenta reais e sessenta e sete centavos) destinados ao Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS). Deste montante, R$ 38.605,35 (trinta e oito mil seiscentos e cinco reais e trinta e cinco centavos) em recursos repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, sendo R$ 173.824,96 (cento e setenta e três mil oitocentos e vinte e quatro reais e noventa e seis centavos), recursos da própria Autarquia.

 Segundo o SAAE, a ETE-Viçosa foi projetada em 02 módulos, com capacidade para coletar e tratar 13,824 milhões de litros de esgoto por dia, ou seja, 80% do esgoto gerado no Município em apenas 1 dia. A forma que a ETE-Viçosa foi projetada permitirá à Autarquia, após finalizada a construção, se necessário, aumentar a capacidade de tratamento com a adição de novo módulo, de acordo com o aumento da demanda de tratamento.

Da data que reiniciaram as obras da ETE-Viçosa até o dia da primeira medição apresentada à Caixa (12/05 a 15/06/2020) foram contratados 27 funcionários e 3 estagiários, segundo dados das empresas Perfil e Fraga. Os novos postos de trabalho gerados impactaram positivamente a economia da região. Durante o período de execução das obras (até janeiro/2022), estão previstas cerca de 80 novas contratações. Além dos postos de trabalho criados diretamente pela obra, empresas e profissionais serão também beneficiados através das contratações indiretas de serviços e outros equipamentos, como: caminhões, máquinas diversas, alimentação, etc.

 

IMPACTOS POSITIVOS AMBIENTAIS

O “Projeto de Despoluição das Águas – Bem Estar e Qualidade de Vida para Viçosa” foca nos investimentos de coleta e tratamento de esgoto domiciliar.

A ETE-Viçosa faz parte deste projeto, sendo uma ferramenta que capacitará o tratamento adequado de 80% do esgoto gerado em Viçosa –  13,824 milhões de litros de esgoto por dia – retornando ao Rio Turvo Sujo apenas o líquido tratado de acordo com as leis ambientais, eliminando riscos de danos a natureza. O Rio Turvo Sujo, por sua vez, deságua no Rio Turvo Limpo. Ao longo dos cursos d’água existem diversas propriedades rurais com atividades agropecuárias que serão diretamente beneficiadas pela melhoria da qualidade da água.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo