fbpx
CidadaniaCidade

Mais de 6 mil cestas básicas já foram distribuídas durante a pandemia

Campanha "Agora é por Viçosa" continua atendendo famílias do município

Bianca Roberta, de 27 anos, trabalhava como autônoma e, durante a pandemia, viu sua renda despencar: “Eu trabalhava fazendo unha e entregando panfleto, agora fiquei sem emprego”. Assim como Bianca, muitas pessoas tiveram sua renda afetada nos últimos meses. Ela tem 4 filhos e a família foi uma das beneficiadas com as cestas básicas da campanha “Agora é por Viçosa”.
A campanha foi criada pela Prefeitura em março, e distribuiu até o início do mês de agosto, 6.134 cestas para famílias em vulnerabilidade socioeconômica do município. Dessas, 3.800 foram compradas com recursos da própria PMV e 2334 vieram de doações da população e de empresas parceiras.
De acordo com a Secretária de Assistência Social, Elaine Souza,a identificação das famílias beneficiadas leva em conta dados do Bolsa Família e do Cadastro Único. Além disso, os voluntários têm sido essenciais: “nossa campanha contou com a dedicação dos nossos funcionários, ajuda de voluntários, com o Tiro de Guerra local e líderes religiosos que auxiliaram a mapear a população mais vulnerável, indo nos bairros, para que mesmo quem não tem acesso à telefone e internet pudesse ser cadastrado e receber amparo.”

O cadastro das famílias leva em conta a composição familiar, se há crianças, idosos ou pessoas com deficiência para realizar a distribuição dos itens. O coordenador de logística da campanha, Fabrício Vieira, explica que “uma família com criança tem prioridade para receber, além da cesta básica, leite e biscoitos, um kit de higiene bucal, balas e doces para alegrar um pouco os pequenos que estão passando tanto tempo em casa”.

A central da Campanha “Agora é por Viçosa” fica no ginásio da Escola Municipal Ministro Edmundo Lins. Por lá, chegam todos os dias alimentos, itens de limpeza, higiene pessoal e roupas. O ponto de referência permite que todas as etapas sejam realizadas de forma controlada e com respeito às normas sanitárias necessárias para minimizar os riscos de contágio.
Como posso doar?

Quem se puder doar cestas básicas, alimentos avulsos, itens de limpeza e higiene ou roupas e cobertores para as família em vulnerabilidade socioeconômica deve ligar para (31) 9 9586-6579. Poderá também levar as doações na Escola Municipal Edmundo Lins, que fica na Av. Santa Rita ou doar por meio do SITE do Mercado Escola. A instituição já arrecadou cerca de 5 toneladas de alimentos e 2 toneladas de roupas.

Como faço para receber?

Famílias em vulnerabilidade socioeconômica que desejem se cadastrar para receber as cestas básicas, devem ligar para os números (31) 3891-5243 ou 9 9611-6143.

==
Link de vídeo com balanço da campanha: https://youtu.be/R2FO7M_OgOE

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo