fbpx
Saúde & Bem Estar

Comarca de Visconde do Rio Branco terá abrigo regional para crianças e adolescentes em situação de risco

Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado entre Ministério Público de Minas Gerais e os municípios de Visconde do Rio Branco, São Geraldo e Guiricema.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) informou nesta quinta-feira (15) que assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com os municípios de Visconde do Rio Branco, São Geraldo e Guiricema, para a implantação de um Serviço Regional de Acolhimento, para abrigar 10 crianças e adolescentes.

Pelo acordo firmado, o serviço deverá começar a funcionar até 1º de março de 2021. Dentro da sistemática da assistência social, o abrigo institucional é um serviço de alta complexidade e tem como objetivo acolher crianças e adolescentes que são vítimas, dentre outras violências, de maus-tratos, abuso sexual e abandono.

Segundo o MPMG, o serviço de acolhimento familiar, que já é desenvolvido pelos municípios da Comarca de Visconde do Rio Branco, seguirá com o seu objetivo e o acolhimento institucional será utilizado de forma supletiva, como uma ferramenta extra para completar o ciclo de proteção dos direitos das crianças e adolescentes.

O abrigo será assistido por profissionais de psicologia e de assistência social, além de acompanhamento nutricional e educacional.

Para o promotor de Justiça Mateus Beghini, responsável pela curadoria da infância da Comarca, o acolhimento institucional é um serviço extremamente necessário para os casos mais complexos onde a criança ou adolescente, em razão gravidade dos traumas sofridos, possa ter acompanhamento profissional mais próximo e, com isso, maior eficácia.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo