fbpx
Saúde & Bem Estar

Visconde do Rio Branco e Guiricema registram casos prováveis de dengue nas últimas quatro semanas

Quatorze cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes registraram, ao todo, 61 casos prováveis de dengue nas últimas quatro semanas. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta terça-feira (27), no Boletim Epidemiológico.

De acordo com os dados, Ubá foi o município com mais registros durante o período; são 17. Neste levantamento, o Estado informou que investiga 13 mortes pela doença nas regiões. Veja abaixo a tabela por cidade.

Mortes em investigação nas regiões

CidadeMortes em investigação
Além Paraíba1
Cataguases1
Muriaé1
Pequeri1
Senador Firmino1
Ubá3
Visconde do Rio Branco1
Juiz de Fora4
Total13

Desde junho, a SES-MG deixou de divulgar o número de casos acumulados em 2020, optando por publicar apenas os casos registrados nas últimas quatro semanas. Assim, os dados analisados são referentes às semanas epidemiológicas 39, 40, 41, 42. A publicação anterior levou em consideração as semanas, 33, 34, 35 e 36.

Incidência de dengue

 

Conforme o Boletim do Estado, a taxa de incidência estima o risco de ocorrência da dengue em uma determinada população em intervalo de tempo também determinado e a população exposta ao risco de adquirir a doença.

  • incidência baixa: menos de 100 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência média: 100 a 299 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência alta: de 300 a 499 casos prováveis por 100.000 habitantes;
  • incidência muito alta: mais de 500 casos prováveis por 100.000 habitantes.

 

Confira abaixo a situação nas cidades da Zona da Mata e Vertentes nas últimas quatro semanas, além da incidência da doença.

Casos prováveis de dengue nas últimas quatro semanas nas regiões

CidadeCasos prováveis nas últimas 4 semanasIncidência
Ubá1714,71 (baixa)
Visconde do Rio Branco1125,84 (baixa)
Juiz de Fora71,23 (baixa)
Cataguases67,99 (baixa)
Tocantins530,01 (baixa)
Leopoldina35,70 (baixa)
Muriaé32,76 (baixa)
Guiricema223,83 (baixa)
São João del Rei22,22 (baixa)
Barroso14,81 (baixa)
Piau111,67 (baixa)
Rio Pomba15,58 (baixa)
Santa Cruz de MInas111,62 (baixa)
São João Nepomuceno13,79 (baixa)
Total de casos61

Chikungunya e zika

 

Nas últimas quatro semanas, nenhuma cidade registrou casos de chikungunya e zika nas regiões.

Minas Gerais

 

Em 2020, até o momento, Minas Gerais registrou 82.293 casos prováveis. Desse total, 56.276 notificações foram confirmadas para a doença. Quanto aos óbitos, são 12 confirmados. Outros 56 estão em investigação.

Em relação à chikungunya, foram contabilizados 2.507 casos prováveis da doença no Estado. Destes, 1.431 foram confirmados e três óbitos em investigação. Já a zika, 135 pessoas contraíram a doença em Minas Gerais.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo