fbpx
Saúde & Bem Estar

Governo de Minas lança vacinômetro

Ferramenta permite acompanhar número de vacinados contra a covid no estado

Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), desenvolveu uma ferramenta de monitoramento do número de indivíduos vacinados contra a covid-19 no estado: o vacinômetro. Por meio dele, qualquer cidadão pode acompanhar quantas pessoas já foram imunizadas e a quantidade de doses distribuídas: coronavirus.saude.mg.gov.br/vacinometro. O vacinômetro também está disponível no site vacinaminas.mg.gov.br/.

Até o início da tarde desta quarta-feira (26/1), de acordo com os dados inseridos no painel pelos municípios, já são 115.219 mil vacinados em Minas Gerais. Esta é a maior operação de vacinação da história do Estado.

Para que a ferramenta apresente dados compatíveis entre o quantitativo de doses distribuídas e o número de vacinados, é preciso que os municípios alimentem a ferramenta diariamente por meio do Painel Vacinação Sars-Cov-2-MG, que segue a mesma lógica do Boletim Epidemiológico Covid-19. Os dados são compilados a partir das informações enviadas para a SES-MG.

A ferramenta foi criada pelo grupo de profissionais da Sala de Situação, também responsável pela formatação do Boletim Epidemiológico SARS-Cov-2.  “Esta é mais uma ferramenta que o Governo de Minas coloca à disposição para transmitir aos mineiros o máximo de informações possíveis sobre ações relacionadas ao monitoramento da pandemia.  A transparência na comunicação é um valor para nós. Por isso, reforço o pedido de que os municípios preencham os dados com a maior agilidade possível para que o vacinômetro reflita a realidade”, diz o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, o médico Carlos Eduardo Amaral.

Preenchimento passo a passo

– O Painel de Vacinação Sars-CoV-2 MG deve ser acessado clicando aqui;

– A partir deste acesso os municípios iniciam o processo de preenchimento das informações utilizando o e-mail cadastrado. Dentro do ambiente virtual, o município deve completar espaços de nome e telefone e iniciar o preenchimento das informações sobre quantitativos de pessoas vacinadas, começando pela Fase 1, referente aos públicos prioritários. Atenção com os erros de digitação, eles podem inviabilizar todo o trabalho;

– O primeiro grupo contabilizado por meio das doses 1 e 2 são os indígenas aldeados, maiores de 18 anos. É importante que seja inserido, nos campos determinados no painel, a dose ministrada. O mesmo procedimento deve ser repetido para os idosos que vivem em instituições de longa permanência e também para pessoas com deficiência em residências inclusivas. Para cada um destes públicos o painel separa espaço de registro da dose 1 e 2;

– Para os profissionais de saúde também existem dois campos separados em dose 1 e dose 2 e à medida em que os municípios vão preenchendo os campos do painel vai-se formando o acumulado de indivíduos imunizados;

– O Painel Vacinação Sars-Cov-2-MG contempla também a fase 2 da campanha de vacinação, bem como o registro de eventos adversos e os estoques de vacinas que cada lugar tem. Os municípios ainda podem usar o Painel para se comunicar com a SES-MG preenchendo espaço livre para comentários.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo