UFV divulga nota sobre atraso das bolsas do Pibid e da Residência Pedagógica
10 de novembro de 2021

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e o Programa de Residência Pedagógica (RP), ambos vinculados à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), se configuram como importantes instrumentos da política educacional para promover a formação de docentes com qualidade no âmbito das Instituições de Educação Superior (IES) de todo o Brasil, pois aproxima os licenciandos da realidade das escolas de educação básica.

A Reitoria, a Pró-Reitoria de Ensino e as coordenações institucionais do Pibid e da RP da Universidade Federal de Viçosa vêm acompanhando de perto a situação do atraso das bolsas dos mais de 60 mil bolsistas desde o mês de setembro de 2021 e se solidarizam especialmente com os estudantes que dependem deste recurso para garantir a sua manutenção nas IES. Na UFV são cerca de 450 bolsistas.

O Projeto de Lei do Congresso Nacional nº 17 (PLN 17) segue em tramitação no parlamento e visa recompor o orçamento da Capes para efetuar o pagamento das bolsas. Neste contexto, a Pró-Reitoria de Ensino está atuando em conjunto com o Colégio de Pró-Reitores de Graduação das Ifes (Cograd) e a Reitoria tem se mobilizado junto à Andifes no sentido de somar esforços que conduzam à aprovação do PLN, de modo a normalizar a situação e garantir a permanência dos estudantes no programa e nas instituições.

Fonte: Pró-Reitoria de Ensino da UFV

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade