Viçosa segue com alta nas infecções por Covid; nesta quarta (22), 126 casos foram confirmados
22 de junho de 2022

Viçosa contabiliza, atualmente, 16.741 casos confirmados de Covid. São 462 casos ativos e 152 óbitos registrados desde o início da pandemia.

Viçosa segue com alta no número de infecções por coronavírus na cidade. Outra vez nesta semana mais de 100 casos foram confirmados. Na última segunda-feira (20), a Vigilância Epidemiológica registrou 113 confirmações da doença, já nesta quarta (22) 126 casos foram diagnosticados. Além disso, na última terça-feira (21), um idoso de 83 anos morreu por conta do vírus.

Viçosa contabiliza, atualmente, 16.741 casos confirmados de Sars-Cov2, sendo que 16.127 pessoas estão recuperadas da doença. São 462 casos ativos e 152 óbitos registrados desde o início da pandemia.

A Vigilância Epidemiológica contabiliza também 15 casos em investigação, sendo seis pacientes monitorados, e nove pacientes aguardando resultado de exame PCR pela Secretaria de Saúde. Desde o início da pandemia, já foram descartados 61.180 casos.

Internações por Covid nos Hospitais de Viçosa

Pacientes internados nos hospitais de Viçosa por conta da Covid. (Imagem: PMV)

No HSJB (Hospital São João Batista), não há paciente internado em leito de CTI. No entanto, há dois pacientes internados, confirmados para Covid-19, de outro município e outros dois pacientes positivos de viçosa, com 70 e 58 anos de idades, internados em leitos clínicos.

Os pacientes de Viçosa, todos foram imunizados com três doses da vacina, conforme o SIPNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações).

No HSS (Hospital São Sebastião), há uma paciente gestante internada em leito clínico obstétrico de outro município, confirmada para Covid-19, e não há paciente internado em leito clínico pediátrico. Há também um idoso de 81 anos de idade, internado em leito clínico, em isolamento, que reside em outro município.

Fonte: PMV

Leia também:

Viçosa volta a registrar óbito por Covid-19 após 47 dias

Viçosa registrou 113 novos casos de Covid-19; é o maior número desde fevereiro deste ano

publicidade

publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade