fbpx
Educação

MIGRAÇÃO DE ALUNOS EM ESCOLAS MUNICIPAIS É ESCLARECIDA PELA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Atendendo ao Requerimento n° 044/2018 do Presidente da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, o Vereador Wallace Calderano (PSC), a Câmara Municipal recebeu na reunião Ordinária da terça-feira (20), a Secretária Municipal de Educação, Ana Louricélia Chagas Monteiro.

O documento solicitava a presença da Secretária para esclarecer dúvidas com relação a migração de alunos do Centro Municipal de Educação Dr. Januário de Andrade Fontes para a Escola Municipal Ministro Edmundo Lins.
As mudanças entre as respectivas instituições já haviam sido tratadas na reunião Ordinária do dia 09 de outubro, quando as alunas do Cento Educacional Dr Januário de Andrade Fontes, Maria Luiza Martins Mariano e Ester Crespo Maciel utilizaram a Tribuna Livre, para falar da transferência de alunos de seu colégio para a Escola Ministro Edmundo Lins.

De acordo com Ana Louricélia, “as mudanças visam atender ao Plano Municipal de Educação, que têm entre as principais metas, o atendimento a educação primária, que previa desde o ano de 2016 que 50% das crianças de até 3 anos fossem atendidas pela rede municipal, que atualmente acolhe apenas 5%, com as demais ficando sob responsabilidade de creches filantrópicas, dessa forma é necessário aumentar o número de vagas disponíveis”. Sobre a escolha das duas instituições para as mudanças, ela justificou dizendo que a estrutura do Centro Educacional está mais preparada para atender aos alunos da educação infantil, já a Edmundo Lins capacitada para idades mais avançadas.

Questionada pelo Vereador Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) sobre possíveis metas de atendimento e como estão sendo realizados os trâmites relacionados a migração, como número de professores disponibilizados e critérios, a Secretária de Educação informou que “buscaremos atender primeiramente as demandas das famílias com relação ao possível emprego de turmas integrais ou não, e com relação aos profissionais estamos nos organizando para que mesmo com a mudança eles possam continuar satisfeitos em suas atividades”, disse.

Já a Vereadora Brenda Santunioni se mostrou preocupada com a situação das creches filantrópicas, atualmente responsáveis pelo atendimento de 572 crianças. Segundo Ana, “estamos buscando apoiar essas instituições, realizando capacitação de profissionais e melhorias estruturais a fim de beneficiar as crianças
atendidas”.

Ana ainda garantiu que as medidas serão progressivas, buscando o menor impacto possível para os alunos e suas famílias “a migração dos alunos será feita aos poucos, para garantir que todos a recebam da melhor maneira possível”, afirmou a Secretária.

Fonte: Câmara Municipal de Viçosa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo