fbpx
Saúde & Bem Estar

Veja quais são as vacinas contra a Covid-19 que estão em teste em humanos ao redor do mundo

Reino Unido, China, Estados Unidos, Alemanha e Rússia estão entre os países na corrida por uma imunização; de 179 pesquisas em desenvolvimento, 10 estão na fase final de testes, segundo a OMS.

Pesquisadores de todo o mundo buscam por uma candidata segura e eficaz para vacina contra o novo coronavírus. Até a última atualização desta reportagem, em 21 de outubro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já havia registrado cerca de 179 pesquisas em desenvolvimento, com ao menos 44 delas sendo testadas em humanos – destas, 10 estão na terceira e última fase.

China é o país com mais candidatas em Fase 3 na corrida por uma imunização, com quatro vacinas experimentais (leia mais sobre as etapas adiante)Estados UnidosAlemanhaReino Unido e Rússia também têm pesquisas avançadas. Veja quais são as 10 vacinas nesta etapa:

Vacinas em Fase 3 dos testes em humanos

LaboratórioNome da vacinaTipo de imunizaçãoPaís
Janssen Pharmaceutical CompaniesAd26 SARS-CoV-2Vetor ViralEUA
Moderna/Instituto Nacional de Alergia e Doenças InfecciosasmRNA 1273GenéticaEUA
BioNTech/Fosun Pharma/PfizerBNT162GenéticaEUA, Alemanha
Universidade de Oxford/AstraZenecaAZD1222Vetor ViralReino Unido
SinovacCoronaVacInativadoChina
Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan/Sinopharm?InativadoChina
Instituto de Produtos Biológicos de Pequim/Sinopharm?InativadoChina
CanSino Biological Inc./Instituto de Biotecnologia de PequimAD5-nCovVetor ViralChina
NovavaxNVX-CoV2373Subunidade de proteínaEUA
Instituto de Pesquisa GamaleyaSputinik VVetor ViralRússia

Sputnik V (Rússia)

 

A vacina russa Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya está, segundo a OMS, na terceira fase de testes em humanos. O estudo mais recente publicado na revista científica “The Lancet” em 4 de setembro indicou que a candidata russa não teve efeitos adversos e induziu resposta imune.

Os cientistas reconheceram, no entanto, a necessidade de mais testes para comprovar a eficácia da vacina. Ainda assim, o governo da Rússia já autorizou a produção deste imunizante em grande escala, medida que foi criticada pela comunidade internacional.

Fonte: G1.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo